Por que usar sabonete íntimo?

Oi meninas tudo bem?
O tema hoje é saúde, por que não adianta querer cuidar só da aparência né?!

Vocês já se perguntaram o por que de ter um sabonete diferente para a região íntima?
Pois é muitas mulheres nunca sequer parou para pensar ou até mesmo ler aquele rótulo do sabonete íntímo.
Então vamos esclarecer algumas dúvidas.


  • Por que usar sabonete íntimo?
Bom na verdade a vagina não necessita de um sabonete específico para a área mas a parte externa do órgão genital (vulva) precisa de um cuidado especial como aquele sabonete íntimo e/ou lenços umidecidos. (lembrando que não se pode usar perfumes ou talcos nesta região).
  • Qual a diferença entre o sabonte comum e o sabonete íntimo?
A diferença está no PH. Enquanto os sabonetes comuns tendem para o pH básico ou neutro (entre 9 e 10), os sabonetes íntimos têm um pH ácido (entre 4 e 4,5) que mantém o pH vaginal ácido. Essa acidez é necessária para manter vivos os microorganismos e lactobacilos que vivem nessa região e têm como função proteger a mulher de possíveis infecções.

  • O sabonete íntimo é realmente eficaz contra coceiras nessa região?
Na verdade não existe nenhum estudo científico que comprove esta eficácia,mas a vulva é como qualquer outra área do corpo e pode haver ressecamento que causam possíveis coceiras e o uso desse produto por conter hidratante e uma ação menos detergente pode sim proporcionar um conforto as mulheres. 

  • Todos os médicos indicam o uso de sabonte íntimo?
Segundo a médica ginecologista e membro do Conselho Editorial da Associação de Obstetrícia e Ginecologia do Estado de São Paulo (Sogesp), Patrícia de Rossi, alguns ginecologistam indicam e outros abominam o uso do mesmo e ainda há os que dizem que se não faz mal tudo bem usar.

  • Há contra indicação?
Assim como qualquer outra área do corpo não se está livre de reações alérgicas ou irritações mesmo sendo uma fórmula específica para o local.

  • A mulher que não pratica a higiene íntima pode ter mais infecções urinárias, alergias, vaginites e pruridos.
  • Deve-se orientar a mulher para que a limpeza seja realizada superficialmente. As lavagens devem ser feitas só externamente, para não alterar o pH vaginal


  • AS INFORMAÇÕES CONTIDAS NESTE POST NÃO ISENTA A NECESSIDADE DE ACOMPANHAMENTO COM MÉDICO ESPECIALIZADO. Visite o seu ginecologista!
Bom meninas espero ter ajudado, se ficou alguma dúvida deixe sua pergunta para que possamos descobrir juntas ou vá ao seu ginecologista.



Postar um comentário